Pesquisar este blog

domingo, 20 de junho de 2010

O eterno retorno

Eliane F.C.Lima

Voltar sempre mulher,
se são dadas outras vidas.
Impossível diferente,
reconstruindo o mundo,
evitando o despedaço,
segurando sempre os cacos,
o mundo sempre explodido.
Voltar, eterna mulher,
apagando o velho mundo,
desenhando outros contornos,
outros modos, outros estares,
viver ser só fraternar.
Mulher, ser sempre mulher,
querer somente o ficar,
querer somente o querer,
cobiçar somente a vida,
juntar e unir os pedaços,
fazer do pó o inteiro.

2 comentários:

ju rigoni disse...

Com certeza! Se houver outras vidas, e se for minha a escolha...

Gostaria de ter escrito este, Eliane! Peço licença para deixar aí as minhas digitais. rsrs

Bjs, amiga, e inté!

Carmem Teresa disse...

Eliana, poema cuidadosamente construído da raiz das palavras à plenitude textual...Do pó ao inteiro, a mulher, a poetisa e o texto se completam nesta página. Adorei!